Programar a fertilização oportuna em trigo

A programação da aplicação de fertilizantes para o momento oportuno no desenvolvimento da planta é importante para se obter o nível mais alto de aproveitamento eficaz dos nutrientes.

Metas de colheita e componentes como ponto de referência

Colheita (t/ha)

Componentes de produção

10

420 espigas/m2

48 grãos/espiga

50mg/grão a 15% Humidade Real

8

336 espigas/m2

48 grãos/espiga

50mg/grão a 15% Humidade Real

6

252 espigas/m248 grãos/espiga50mg/grão a 15% Humidade Real

REF: Potash and Phosphate Institute

E este aproveitamento, por sua vez, minimiza qualquer impacto ambiental e maximiza a produtividade do cultivo.

A programação tem que coincidir com as necessidades das plantas em desenvolvimento. O momento-chave é durante a fase de desenvolvimento, quando os macronutrientes (nitrogénio, fósforo e potássio) e os nutrientes secundários (magnésio, cálcio e enxofre) são necessários em maiores quantidades.

Embora os micronutrientes sejam necessários em quantidades menores, as carências dos mesmos podem exercer um efeito negativo em detrimento da colheita. A aplicação de nutrientes que não coincida com a absorção do cultivo estará sob ameaça de perda através de esgotos, lixiviação e volatilização.

Colheita, componentes e metas

Metas de crescimento e desenvolvimento (hemisfério norte)

150ºC da sementeira à floração

= 11 dias em setembro

= 15 dias em outubro

= 26 dias em novembro

Sobrevivência ao inverno

260 plantas/m2

Aproximadamente 70% sementes semeadas

Padrão de perfilhamento

1020 brotos/m2 (8 de abril)

Brotos sobreviventes produtores de espigas

45% (460 brotos/m2)

REF: Yara

 

Trigo de inverno

Absorção de nutrientes (kg/ha) de trigo de inverno (hemisfério norte)

Absorção de nutrientes

 

Alongamento

Quando as plantas começam a crescer na primavera (6 a 7 meses depois da sementeira), a procura de nutrientes acelera-se à medida que a biomassa se vai desenvolvendo. As procuras de nitrogénio, fósforo, potássio e enxofre serão altos, de forma que são necessárias aplicações de múltiplos nutrientes para coincidirem com esta procura. O rápido crescimento e desenvolvimento também terão como resultado uma maior absorção de micronutrientes. Poder-se-ão manifestar deficiências transitórias, mas devem ser corrigidas com aplicações foliares (produtos YaraVita). Manganésio, zinco, cobre e magnésio devem ser tidos em consideração durante esta fase de desenvolvimento.

Enchimento de grãos

A fase de enchimento, quando os grãos engrossam e depois se enchem, requer uma área foliar saudável para proporcionar continuamente os produtos fotossintéticos aos grãos em desenvolvimento. Podem ser efetuadas aplicações de nutrientes para se obter o máximo dos grãos engrossados e sobreviventes. É importante que se mantenha o nível de nitrogénio nas folhas até passarem à antese, e devem ser tidas em consideração aplicações de nutrientes como fósforo, magnésio e boro para se obter a colheita máxima.

Trigo de primavera

Emergência/perfilhamento

O trigo de primavera tem uma temporada de crescimento muito mais curta, com uma fase limitada de emergência e perfilhamento. Produzirá 8 ou 9 folhas e 3 a 4 brotos antes de mudar para a fase de alongamento. Por isso, a nutrição precoce é essencial para se maximizar o crescimento precoce e assim se estabelecer uma área foliar suficiente, para se conseguir uma interceção eficaz da luz. Nitrogénio, fósforo, potássio e enxofre darão plantas saudáveis durante os primeiros meses. Estes nutrientes podem ser aplicados nos sulcos, juntamente com as sementes, ou a lanço no momento da sementeira.

Alongamento

Agrave; medida que as plantas avançam no seu crescimento, as necessidades de nutrientes aumentam com a área foliar. As procuras de nitrogénio, fósforo, potássio e enxofre serão todas altas, de forma que as aplicações devem ser efetuadas para coincidirem com esta procura. Com um crescimento rápido, poder-se-ão manifestar deficiências transitórias de micronutrientes e devem ser tidas em consideração aplicações foliares durante esta fase de crescimento.

Enchimento dos grãos

A fase do enchimento, quando os grãos engrossam e se enchem, exige uma área foliar saudável para fornecer continuamente os produtos fotossintéticos aos grãos em desenvolvimento. Podem ser efetuadas aplicações de nutrientes para se obter o máximo dos grãos engrossados e sobreviventes. É importante que se mantenha o nível de nitrogénio nas folhas até se passar à antese, e devem ser tidas em consideração aplicações de nutrientes como fósforo, magnésio e boro para se obter a colheita máxima. A temporada inteira de produção de trigo de primavera é normalmente entre 90 e 120 dias, comparados com 190 a 210 dias para trigo de inverno.